Prefeitura de Anastácio

Anastácio-MS - Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017.

Prefeitura notícias

Florestinhas realizam ação contra atropelamento de animais em rodovia

Assistência Social | 29/06/2016

Nesta segunda-feira (27), alunos do Projeto Florestinha, desenvolvido pela Polícia Militar Ambiental em parceria com a Secretaria Municipal de Assistência Social de Anastácio, realizaram uma ação educativa na BR-262, no posto da Polícia Militar Ambiental, com o apoio da Polícia Rodoviária Federal.

“Cuide da nossa Fauna! Reduza a velocidade”, é em referência ao gritante número de animais silvestres atropelados nas rodovias de Mato Grosso do Sul, principalmente na 262, trecho que liga Campo Grande a Corumbá.

O tema escolhido é por causa das inúmeras espécies que vivem no Pantanal, algumas ameaçadas de extinção como o tamanduá-bandeira, que muitas vezes transitam pela pista e acabam se envolvendo em acidentes. A intenção é a preservação e proteção da nossa Fauna Pantaneira e também pelo trânsito seguro em nossas rodovias.

Dados da PRF mostram alto índice de atropelamentos no Estado, sendo inclusive o segundo em mortes no país. Dentre os pontos mais críticos citados estão as BR-262, trecho no Pantanal de Mato Grosso do Sul e BR-163. Na BR-262, estudo da CBEE (Centro Brasileiro de Estudos em Ecologia de Estradas) da Universidade Federal de Lavras, aponta os atropelamentos como “carnificina”.

Os acidentes causados por animais que adentram a rodovia são recorrentes, em 2015 foram registrados 231 acidentes, enquanto em 2016, de janeiro até agora foram 89. Já na BR 262, ano passado foram 71 acidentes e este ano, 23. Fora os que não são registrados que podem exceder esses números.

Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), em parceria com a Universidade Federal do Paraná (UFPR), por meio do Instituto Tecnológico de Transportes e Infraestrutura (ITTI), supervisiona e executa programas ambientais como o Monitoramento de Atropelamento de Fauna, realizado pelos pesquisadores que catalogam os animais atropelados entre Anastácio e Corumbá.

Com base nos dados e pesquisa com usuários da rodovia, a UFPR/ITTI fez a proposta de Dispositivos de Proteção à Fauna, que inclui em seu programa a implantação de radares nos trechos onde ocorrem mais atropelamentos, além da colocação de telas e do corte da vegetação mais densa que prejudica a visibilidade do motorista. Até o momento 20 radares já foram instalados, estão em funcionamento e assim evitar a morte de animais silvestres e acidentes.

O inspetor da Polícia Rodoviária Federal Tércio Baggio, disse que houve diminuição de acidentes após a instalação dos radares. “Tivemos uma redução de quase 40% de acidentes em relação à época que não tinha os equipamentos”.

Diante dessa situação e visando propagar a filosofia da Patrulha Florestinha, os patrulheiros mirins distribuíram materiais educativos aos motoristas apontando atitudes nas rodovias e a conscientização de não dirigir em velocidade acima do permitido, também frisando o perigo e as consequências.

O comandante do 2º Pelotão de Polícia Militar Ambiental de Aquidauana, Tenente Valdir Roloff Júnior, também responsável pelo Florestinha na região, considera de suma importância essa ação desenvolvida em parceria com a Secretaria de Assistência Social de Anastácio.

“Trabalhamos a visão socioambiental dessas crianças, socializando a cidadania, disciplina e educação ambiental. A BR 262 corta nossos municípios, então trazê-los para por em prática, a orientação por parte deles vai além dessa ação, as crianças cobram muito dos pais, levam a informação para a escola, para os colegas e professores, acabam se tornando multiplicadores desse conhecimento, estão em formação de caráter, hora de colocar informação positiva no dia a dia deles”, frisou.

Tenente Valdir ainda pontua: ”A Polícia Militar Ambiental trabalha para redução dos danos ambientais, toda a ação conservacionista terá o nosso apoio e com certeza vai contribuir. A maior parte das rodovias cruza com reservas ambientais, e os estudos para a implantação delas, deveriam ser detectados os locais onde há grande quantidade de fauna e assim criar tuneis, viadutos e cercamentos para que os animais tenham transito, sem precisar adentar a pista, já que eles não identificam como passagem de carros e sim como parte do seu percurso”, finalizou.

Os patrulheiros florestinhas efetivaram a ação e ressaltaram a luta para sensibilização e conscientização de todos para a preservação da nossa fauna. “Estamos conscientizando essas crianças que esta luta é diária onde, devemos dar exemplos e sermos o exemplo”, explicou a primeira-dama Cynthia Anastácio Figueiredo.

O projeto tem tamanha significação que foi pauta de reportagem gravada na cidade e que será exibida em rede nacional no programa Domingo Espetacular, da Rede Record, no próximo dia 10 de julho às 18h30min. 


Fonte: Sec. de Assist. Social - Giselli Figueiredo / Arumi Figueiredo


Imprimir

Florestinhas realizam ação contra atropelamento de animais em rodovia