Prefeitura notícias (Versão de Impressão)

Gigov/Caixa visita Anastácio e anuncia liberação de recurso para obra na Vila Maior

Desenvolvimento Urbano | 26/04/2016

Engenheiro Gilson Mazzini e o engenheiro e secretário de Desenvolvimento Urbano, Thiago Sanches

O município de Anastácio, assim como outras cidades de pequeno porte, tem enfrentado dificuldades financeiras para custear até mesmo os serviços essenciais, que dirá grandes obras, que foram iniciadas, mas que aguardam liberação de mais recursos.

A Confederação Nacional dos Municípios aponta que em comparação com o 2.º decêndio do mesmo mês em 2015, o repasse teve uma queda de 19,29% em termos nominais, ou seja, comparando o valores sem considerar os efeitos da inflação. Quando considera-se o valor real dos repasses e consideram-se as consequências da inflação, a queda é ainda maior:  25,69%.

Para acompanhar o status das obras feitas em parceria entre o Município e o Governo Federal, nessa terça-feira, 26, o engenheiro Gilson Mazzini, da Gerência Executiva de Governo da Caixa Econômica Federal (GIGOV-MS), esteve visitando Anastácio e conferiu o andamento de duas obras importantes.

Lagoa de detenção na Vila MaiorO secretário municipal de Desenvolvimento Urbano, Thiago Sanches Alves Corrêa conduziu o engenheiro Gilson Mazzini às visitas na obra de drenagem e pavimentação da Rua Pedroso Alaguês e também na Vila Maior, onde máquinas trabalham desde a semana passada na escavação e colocação dos tubos para drenagem.

Durante a visita, o secretário Thiago apontou ao engenheiro da GIGOV-MS a problemática enfrentada pelo município, que são as chuvas constantes, que acabam por atrasar a execução das obras.

Thiago também ressaltou que o prefeito Douglas Figueiredo tem acompanhado de perto a execução das obras conveniadas com o Governo Federal e Caixa Econômica, bem como, solicita à equipe técnica de projetistas e engenheiros do município para que estejam fiscalizando o serviço das empreiteiras nessas obras.

Maquinas trabalham na escavação para os drenos na Vila MaiorA Prefeitura encontrou dificuldades na execução da drenagem da Rua Pedroso Alaguês. Com isso, a Prefeitura necessita fazer adequações no projeto de engenharia, haja vista que, a drenagem nessa rua deve ser feita com recursos próprios do Município, como contrapartida e a Caixa Econômica Federal não apresentou oposição em relação as alterações no projeto. “Sem objeções por parte da Caixa Econômica, a Prefeitura poderá fazer as adequações no projeto e executar a drenagem, concluindo a obra e entregando-a à comunidade”, explicou o secretário Thiago Sanches.

VILA MAIOR - Quanto à obra de drenagem na Rua Padre Patrício, na Vila Maior, que se encontra temporariamente paralisada, pois a empresa Vale Engenharia aguarda recebimento, o engenheiro Gilson Mazzini informou que a Caixa Econômica estará dentro de alguns dias liberando uma parcela de cerca de R$ 130 mil reais, para que a empresa finalize a drenagem nessa rua.

 


Fonte: Rosileny Ribeiro (Imprensa-Prefeitura)